"..não me posso resumir porque não se pode somar uma cadeira e duas maçãs. eu sou uma cadeira e duas maçãs.." Clarice L.

07/01/2010

A Verdade do Espelho


Olha pro espelho,

Esse rosto pálido

Essa boca crispada

Essa tristeza mal-disfarçada



Sorri para o mundo

Num deboche soberbo

De indiferença e escárnio

E olhos cheios de verdade



Tu já não serves à máscara

Feita sob medida,

A mentira agora é podre

Deixou cheiro de horror



Da têmpora escorre o verde,

Que coloria a tua esperança

E chega aos pés,

Negro como o próprio sangue morto

E essa tristeza louca



Que escorre a jato dos olhos...

Como correnteza,

Vingativa e transitória



Olha pro espelho!

Vê o que não te dizem...

Mas que verdade é essa

Que o espelho conta?

4 comentários:

  1. "...Mas que verdade é essa
    Que o espelho conta?"

    Muito bom texto. Extremamente verdadeiro.
    =) Retribuindo o comentário... Adorei o blog.

    ResponderExcluir
  2. Fiquei encantada. Parabéns!

    Agradeço a sua visita no Scrummiest.

    Beijos.

    ResponderExcluir
  3. Belo texto. Nada mais revelador que o espelho.
    Obrigado pelo comentário.
    Abraços.

    ResponderExcluir